É preciso proporcionar novas formas de atendimento para atrair o cliente novamente.

Para trazer um cliente de volta, é preciso se esforçar e proporcionar novas formas de atendimento.

Um problema aqui, outro ali! Todos nós podemos perder clientes ao longo da nossa trajetória profissional. Atenção, preço e disponibilidade. Esses são apenas alguns motivos que nos fazem procurar outras alternativas para fidelizá-los. Portanto, não se desespere! Pense em como recuperá-los.

Por que seu público o abandonou? Pesquise razões e novas necessidades. Jamais presuma que você já sabe. Realize pesquisas, estude, converse com outros profissionais da área e reúna todo tipo de informação sobre o seu público alvo.

Aparentemente, para conseguir cativar clientes, basta oferecer bons produtos e serviços. É verdade! Entretanto, a qualidade não pode variar de tempos em tempos. Lembre-se: os clientes voltam, porque são bem tratados em todas as vezes e são as maiores propagandas para um negócio. Se um cliente volta, provavelmente é porque gostou do que viu ou comprou. Portanto, há grandes chances de ele disseminar a notícia. Ter um cliente cativo e descobrir maneiras para que ele fale da sua empresa aos amigos faz com que você aumente a sua “equipe de networking” sem ter que gastar muito.

É preciso proporcionar novas formas de atendimento para atraí-lo novamente. Por isso, o esforço é a base de tudo, uma vez que os clientes perdidos não voltam por conta própria. Se houve algum problema, não deixe de resolvê-lo!

Pensando em fidelizar clientes?

O PagConsórcio é exclusivo para o sistema de consórcios. Trata-se de uma excelente solução online para facilitar o pagamento da 1ª parcela em várias vezes. O pagamento pode ser realizado pelo site, sistema e-commerce, smartphone, SMS, e-mail ou QR Code. A autorização é realizada pela operadora do cartão e a confirmação é encaminhada via SMS. Além de facilitar o trabalho dos vendedores, o pagamento é rápido e menos burocrático. É 100% seguro e livre de fraudes! Confira outras vantagens do PagConsórcio.

Fonte: Exame / Pequenas Empresas e Grandes Negócios